Especialistas em serviços e soluções tecnológicas transacionais

Empresa

Monitoramento Inteligente em redes sociais

Notícia

A Internet é a espinha dorsal da sociedade da informação, e as redes sociais estão a emergir como o maior modelo de crescimento, que se mostra mais acentuado ainda com a penetração dos smartphones e a tendência a estar “sempre conectados”.

As organizações que baseiam as suas estratégias em estudos ou pesquisas de opinião clássicas, têm graves deficiências visto que as pessoas que fornecem sua opinião, estão influenciadas por uma lembrança que não pertence ao contexto considerado, o que faz com que um acontecimento qualquer perca grande parte do seu valor.

Existem vários exemplos que dão força à afirmação acima; um deles é o levantamento feito prévio às eleições municipais.

Ao contrário do que precedem, as redes sociais como Facebook, Twitter, Friendster, MySpace, YouTube, são mais oportunas e dão a chance para as pessoas opinarem a respeito de uma ampla variedade de assuntos como política, mudanças sociais, celebridades, marcas, empresas, qualidade do serviço recebido, produtos, etc.

Essas pessoas expressam-se no chamado “momento de opinião”, onde a experiência está vívida e recolhe a emotividade e a exaltação que produz certo sucesso.

Esse momento é rico em informações, e sua análise por "Redes de palavras" nas menções de muitos opinantes sobre um assunto detecta possíveis reincidências para, assim, identificar "metamensagens" ocultos, construídos a partir de palavras mais comuns utilizadas nas conversas.

O monitoramento, remoção e qualificação devem ser feitos em redes sociais e outras plataformas como bancos de dados corporativos, sistemas de interações com os clientes e fornecedores nos CRM, postos de assessoramento, sistemas de atenção de reclamações, notícias, blogs, instrumentos de comunicação interna nas organizações, etc.

Assim que os dados forem recuperados, classificados e analisados, deverão se aplicar certas ferramentas de mineração de opinião, baseadas em algoritmos treináveis, capazes de integrar milhares de ideias e opiniões, fato que permitiria obter uma visão rápida e completa dos fenômenos de opinião mais relevantes para as organizações.

A meta é aprofundar o nível de inteligência e conhecimento das condutas e estruturas de certos grupos de pessoas, clientes, fornecedores, trabalhadores, etc.

Esta geração de conhecimento torna-se fundamental nos processos de tomada de decisão de instituições tais como governos, empresas e outras organizações, pelo fato de evidenciar que eventos gerados na organização afetam seus ambientes e portanto possibilita predizer de que maneira farão impacto no desempenho futuro.

O conhecimento gerado online por essas novas metodologias, ajuda a reduzir a grande brecha que há entre o planejamento tradicional e a realidade, o que permite governar com eficiência.

Héctor Astorga Saá Ph.D.
© Especialista em Inteligência de Negócios.